Seção de Ocultações

Reportes recebidos: ocultações lunares

            Até 1980 era o Observatório Real de Greenwich -- RGO, sigla em inglês -- o responsável internacional pela coleta, análise e arquivamento de reportes de ocultações lunares. Em 1981 essa responsabilidade foi transferida para o Departamento Hidrográfico do Japão, quando este passou a abrigar o ILOC. Em setembro de 2008, com o encerramento das atividades do ILOC previstas para o ano seguinte, a IOTA assumiu essa responsabilidade.

            Quando a IOTA se tornou a responsável pelas ocultações lunares ocorreram várias mudanças no processo de coleta das observações, de análise e de arquivamento (sobretudo). Com o intuito de se criar um banco dados de ocultações com informações confiáveis e uniformes no formato, com um mínimo de entradas duplicadas e capaz de existir por muitos anos (alguns séculos), a IOTA empreendeu um grande trabalho de revisão dos reportes antigos (do RGO e do ILOC/Japão) para adequá-los a um novo padrão de reporte, moderno e de maior vida útil.

            Para os reportes de observações enviados após setembro de 2008, um novo formato de arquivamento foi criado. Uma mudança importante foi o fim dos códigos para a estação observacional e para o observador (que eram adotados, de maneiras diferentes, pelo ILOC e pelo RGO). Os códigos do ILOC, por exemplo, já apresentavam problemas desde 2006 (e por isso todas as observações reportadas após este ano tiveram que ser reprocessadas). Sem os códigos, as observações não mais são arquivadas por estação observacional e por número de reporte, como era feito. Agora cada evento observado é separado do restante do reporte e arquivado individualmente -- não mantendo mais nenhuma relação de arquivo com outros eventos observados pelo mesmo observador ou num mesmo local. Os dados agora são arquivados por observação e não mais por estação observacional ou observador.

            Com isso, as observações enviadas após 2006 são guardadas, no programa Occult, apenas em arquivos conforme o período. Há um arquivo, por exemplo, que contém todos os eventos reportados no período de 2006 a 2012.

            Mesmo sendo um modo mais prático e natural de arquivar as observações, há desvantagens. Uma delas é a maior dificuldade de se localizar as observações realizadas num local específico -- no Brasil, por exemplo (ainda que isso não tenha lá muita importância científica, reconheçamos, este estudo permite um melhor conhecimento do estado da observação de ocultações no nosso país atualmente e comparativamente com anos anteriores). Desta forma, para se manter as estatísticas atualizadas e saber qual o status desse tipo de observação no Brasil, mantemos aqui um arquivo dos reportes de eventos que recebemos.

            Disponibilizamos, também, uma planilha que contém referência a todos os reportes (que localizamos) de ocultações observadas no Brasil.

            Todos os eventos constantes nesse nosso arquivo já foram repassados à IOTA (ou em breve o serão) e -- sobretudo para as observações mais recentes -- se eles ainda não estão disponíveis no programa Occult, o estarão em breve. Pedimos encarecidamente que não nos enviem reportes duplicados.

            Alguns dos eventos que recebemos não foram repassados à IOTA. Os motivos são os mais diversos e geralmente particulares a cada observação mas, normalmente, envolvem imprecisões no momento da observação ou mal funcionamento de algum equipamento. Assim, disponibilizamos um arquivo com os eventos que foram repassados à IOTA e outro com os que não foram enviados à referida associação.

            Ainda, respeitando a privacidade dos observadores, não informamos as coordenadas dos postos observacionais nos reportes aqui publicados, e tampouco seus endereço eletrônicos.

            Contacte-nos para mais informações: bgiacchini ARROBA yahoo.com.br


            Histórico de observações - PLANILHA (.rar / .zip)                                             (última atualização: 21/12/15)

           Observações realizadas em 2016 (última atualização: 02/07/2016):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

           Observações realizadas em 2015 (última atualização: 21/12/2015):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

           Observações realizadas em 2014 (última atualização: 19/01/2015):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

           Observações realizadas em 2013 (última atualização: 23/12/2013):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

           Observações realizadas em 2012 (última atualização: 09/01/2013):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

           Observações realizadas em 2011 (última atualização: 21/12/2011):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções 

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

            Observações realizadas em 2010 (última atualização: 02/12/2010):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

            Observações realizadas em 2009 (última atualização: 09/12/2011):

            a) Observações repassadas à IOTA (e que constarão no programa Occult)                               Reduções

            b) Observações que não foram repassadas à IOTA                                                                   Reduções

            c) Todas as observações que recebemos                                                                                   Reduções


            Observações realizadas entre 2005 e 2008 (última atualização: 16/01/2010):

            a) Observações repassadas à IOTA entre 2005 e 2008                                                             Reduções

Página Principal